• 100 Questões Comentadas em Psicopedagogia

100 Questões Comentadas em Psicopedagogia

  • Editora: WAK
  • Autor: SAMPAIO
  • Produto disponível


  • de: R$116,00
  • por:

    R$65,00


Especificação
Título 100 QUESTOES COMENTADAS EM PSICOPEDAGOGIA
Autor(a) Simaia Sampaio
ISBN 9786586095258
Edição / Ano 1/2021
Número de Páginas 283
Dimensões 24x17x2
Capa BROCHURA
Descrição

O livro 100 questões comentadas em Psicopedagogia: da teoria à prática, como o próprio nome anuncia, apresenta temas comentados pela autora sobre fundamentos teóricos da Psicopedagogia, com elementos e termos essenciais para a compreensão da atuação psicopedagógica. Aborda assuntos da prática clínica, que poderão beneficiar tanto aqueles que já estão atuando na área quanto aqueles que pretendem um dia atuar. As perguntas e respostas selecionadas para compor esta obra não pretendem esgotar todas as dúvidas sobre a atuação psicopedagógica, mas servir de guia norteador, objetivando atiçar ainda mais a curiosidade dos leitores na busca por mais conhecimento. Esta obra é um convite ao resgate da essência psicopedagógica, que deve ser compreendida por psicopedagogos tanto clínicos quanto institucionais, e um convite à descoberta por estudantes de graduação e pós-graduação de constituintes essenciais da Psicopedagogia.

Sumário

SUMÁRIO

PREFÁCIO

APRESENTAÇÃO

INTRODUÇÃO.

1. O que é Psicopedagogia?

2. Onde a Psicopedagogia surgiu?

3. Que percurso Jorge Visca realizou até chegar à Psicopedagogia?

4. O que é Epistemologia Convergente?

5. O que é esquema evolutivo da aprendizagem?

6. O que é o Modelo Nosográfico?

7. Quais são os obstáculos patológicos identificados por

Visca que dificultam a aprendizagem?

8. O que é enquadramento?

9. O que são causas históricas e a-históricas?.

10. Quem é Jean Piaget e por que conhecê-lo é tão importante para nosso trabalho psicopedagógico e à educação como um todo?..

11. Qual é objeto da Psicologia Genética de Piaget?

12. Que outras explicações surgiram para justificar por que crianças pequenas pensam diferente dos adultos em termos de raciocínio?.

13. A Teoria de Piaget é uma teoria de aprendizagem ou de desenvolvimento?

14. Por que é importante conhecer o nível de desenvolvimento cognitivo em que a criança se encontra?

15. Quais os estágios de desenvolvimento cognitivo identificados por Piaget?

16. O que é o método clínico?.

17. Como psicopedagogos podem orientar educadores na utilização do método clínico em sua prática?.

18. Como psicopedagogos podem utilizar o método clínico em sua prática?

19. O que são esquemas, definidos por Piaget?.

20. Qual é a relação entre o esquema e o conceito de organização e de aprendizagem?

21. O que são esquemas figurativos e operativos?.

22. O que é adaptação, assimilação, acomodação e equilibração?

23. Em Psicopedagogia, falamos de hipoassimilação, hiperacomodação, hipoacomodação e hiperassimilação, mas o que isto significa?

24. Como se iniciou a Psicanálise?

25. Por que a Psicanálise é importante para os estudos

da Psicopedagogia?.

26. Como a afetividade interfere na nossa relação com o mundo?

27. Qual a importância de Pichon-Rivière para a Psicopedagogia?.

28. O que é ECRO?.

29. O que são Grupos Operativos?.

30. O que Pichon quer dizer com pré-tarefa, tarefa e projeto?..

31. O que é teoria dos três D elaborada por Pichon-Rivière?.

32. Quem é o profissional da Psicopedagogia que atua na clínica?

33. Por que é importante o conhecimento de informações da Neurociência pelo psicopedagogo?

34. O que são dificuldades de aprendizagem?.

35. Qual a diferença entre transtorno específico de aprendizagem e dificuldades de aprendizagem?

36. A aprendizagem estudada pela Psicopedagogia restringe-se ao ambiente acadêmico?

37. O que a pessoa deve fazer para se tornar um profissional da Psicopedagogia?

38. Onde o profissional da Psicopedagogia pode atuar?

39. Como é realizado o trabalho do psicopedagogo institucional nas escolas?.

40. Como é realizado o trabalho psicopedagógico em consultórios

41. Posso abrir uma clínica como psicopedagoga(o)?

42. O que devo fazer para começar a atuar em consultório de Psicopedagogia?.

43. Como montar um consultório psicopedagógico e que materiais são importantes?.

44. Qual é a importância do Diagnóstico Psicopedagógico Clinico?

45. Que recursos de avaliação o psicopedagogo poderá utilizar na sua avaliação?

46. O que é mais importante: ter uma boa técnica ou estabelecer um bom vínculo entre terapeuta, paciente e cliente?

47. O que é sintoma?

48. Quando se inicia o Diagnóstico Psicopedagógico?

49. O que é EOCA?

50. O que é a hora do jogo?.

51. O que é Sessão Lúdica Centrada na Aprendizagem?.

52. Há uma rigidez no uso dos instrumentos de avaliação na Psicopedagogia?

53. Qual a diferença da Hora do Jogo para o jogo como processo de intervenção psicopedagógica?

54. Qual é a diferença entre Tarefa e Produção no fazer psicopedagógico?..

55. O que é anamnese e qual sua importância no processo de avaliação psicopedagógica?

56. Por que alguns profissionais da Psicopedagogia optam por realizar a anamnese ao final do processo diagnóstico?

57. Quais são os dois grandes eixos de análise que devem ser verificados no diagnóstico psicopedagógico

58. O que são Provas Operatórias de Piaget, e como surgiu?

59. Com as provas operatórias de Piaget podemos avaliar o QI (Quociente de Inteligência)?..

60. O que pode ocasionar a defasagem cognitiva?

61. Por que os vínculos afetivos devem ser alvo de investigação do trabalho psicopedagógico?.

62. O que são Técnicas Projetivas?

63. Qual é a diferença entre as Técnicas Projetivas Psicopedagógicas e as Técnicas Projetivas Psicológicas?

64. Por que é importante o encaminhamento para outros profissionais após a finalização de um diagnóstico psicopedagógico?

65. Psicopedagogo dá diagnóstico de transtorno específico de aprendizagem (com prejuízos na leitura, com prejuízos na expressão escrita, com prejuízos na Matemática?

66. Além de causas neurológicas, que outras causas podem explicar as dificuldades de cálculo, leitura e escrita?.

67. Psicopedagogo dá diagnóstico de TDAH?.

68. Psicopedagogo dá diagnóstico de autismo?

69. A partir de que idade uma criança pode passar pela avaliação psicopedagógica? 

70. Que instrumentos podemos usar para avaliar a criança pré-escolar?

71. Quais os motivos que levam um adulto a buscar atendimento psicopedagógico?

72. Como é realizada a avaliação de pacientes adultos?

73. O que é laudo ou informe psicopedagógico?

74. O que é Devolução?

75. O que é Intervenção Psicopedagógica?

76. O paciente chegou com diagnóstico do neurologista. Posso iniciar o atendimento pela intervenção ou preciso fazer a avaliação psicopedagógica?

77. Que materiais devo ter no consultório para começar o trabalho de intervenção?

78. Quando se inicia a intervenção propriamente dita?

79. O que esclarecer aos pais e ao sujeito desde o início da intervenção?

80. Com que trabalha um psicopedagogo na prática?.

81. O que é Caixa de Trabalho e como é utilizada?

82. Quais as funções dos jogos no trabalho psicopedagógico?.

83. Como se dá o atendimento psicopedagógico com idosos e qual sua importância?

84. O que é Projeto de trabalho?

85. O que é psicodrama e como é possível usá-lo na clínica psicopedagógica?.

86. O que é o jogo de areia? Como pode ser utilizado no consultório de Psicopedagogia clínica?

87. O que é metacognição e qual a sua importância no processo de aprendizagem? 

88. O que é Consciência fonológica e como este trabalho pode ser realizado?.

89. Como a escola pode auxiliar o trabalho psicopedagógico?.

90. O que é disgrafia e como o psicopedagogo pode ajudar?

91. Como intervir na ortografia?.

92. Por que é importante fazer os registros das sessões a cada sessão e como devem ser feitos (papel, digital)?

93. Por quanto tempo devemos guardar os registros do paciente após o término de atendimento?

94. De quanto em quanto tempo o psicopedagogo visita a escola do paciente?.

95. Devemos cobrar pela visita à escola?

96. O que fazer quando o sujeito não apresenta evolução na intervenção psicopedagógica?

97. Quando a criança ou o adolescente não quer participar da atividade proposta, o que deve ser feito?

98. Existe um relatório de intervenção? Qual o objetivo?.

99. Que cuidados devemos ter na comunicação com a família?

100. Quando saber o momento de encerrar o atendimento, ou seja, alta do paciente?

Referências

Comentários (0)

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.