• Neurodidática: Fundamentos e Princípios

Neurodidática: Fundamentos e Princípios

  • Editora: WAK
  • Autor: CODEA
  • Produto disponível


  • R$44,00


Especificação
Título NEURODIDATICA
Autor(a) André Codea
ISBN 9788578544645
Edição / Ano 1/2019
Número de Páginas 143
Dimensões 21x14x1
Capa BROCHURA
Descrição

Esta obra se destaca no cenário nacional por oferecer uma abordagem inédita no Brasil acerca da Neurodidática, uma área derivada da convergência entre a Neurociência Pedagógica e a Didática, disciplinas tão fundamentais atualmente no trabalho docente em sala de aula. É uma obra obrigatória para aqueles que precisam de uma direção sobre como aplicar a Neurociência Pedagógica na realidade escolar.

A atual exigência do século XXI com relação às novas metodologias de ensino e à forma do professor se relacionar com o aluno exige o conhecimento e a aplicação da Neurociência Pedagógica como suporte às ações do professor em sala de aula. A partir da apresentação de variados fundamentos e princípios da Neurociência Pedagógica, esta obra visa suprir esta lacuna, oferecendo ideias baseadas em como nosso cérebro funciona que podem – e devem – ser aplicadas no fazer diário do docente, de forma a facilitar seu trabalho e a aprendizagem do aluno.

“O livro “Neurodidática – Fundamentos e Princípios” foi organizado para que os educadores ampliem sua visão sobre a educação, bem como sejam estimulados a utilizar os novos recursos tecnológicos à disposição para uma amorosa e gratificante tarefa de formar cérebros pensantes, críticos, pesquisadores, curiosos, mas principalmente humanos. A obra é interdisciplinar e nos convida a refletir sobre os novos caminhos da Educação.” Marta Relvas

Sumário

Prefácio

Introdução

Parte I – Fundamentos e Princípios

1 | Nós Somos o nosso cérebro

O cérebro se transforma durante toda a vida

O cérebro é único, fruto da genética e do ambiente

Somos diferentes nas diversas fases do desenvolvimento

Nosso cérebro se constrói socialmente

Implicações educacionais

2 | Somos seres emocionais que pensam

O sistema límbico é o nosso sistema emocional

Somos um cérebro “três em um”

Temos estados emocionais diferentes em contextos diversos

Medo

Estresse

Raiva

Alegria, felicidade e amor

Somos movidos por recompensas e punições

Implicações educacionais

3 | Nossa atenção e motivação aumentam com a novidade

Temos um sistema atencional que nos dirige

A surpresa e a novidade ativam nosso sistema de recompensa

A motivação para a atenção é guiada pelas nossas necessidades

Implicações educacionais

4 | Repetir é fundamental para aprendermos

A aprendizagem depende de repetição, mas espaçada

“Interleaving Effect” é uma forma de otimizar a aprendizagem

A testagem ativa nossa capacidade de memorizar e recuperar

Treinamento cerebral das funções executivas pode funcionar

Implicações educacionais 

5 | Quer aprender? Jogue!

A aprendizagem por jogos ativa o sistema de recompensa e a motivação

Plasticidade cerebral acontece quando jogamos

O jogo melhora a cognição 

Implicações educacionais 

6 | Faça artes, cante, dance e aprenda

Artes, música e dança são ferramentas potenciais da aprendizagem

O uso de atividades artísticas aumenta a capacidade criativa e a aprendizagem

A música e a dança aumentam as capacidades cognitivas e a memorização

Implicações educacionais

7 | Sentido e significado são essenciais para aprender

O sentido depende da experiência

A busca por significado é inata 

Sentido e significado dirigem o cérebro

Implicações educacionais

8 | Exercite-se, durma, alimente-se e aprenda mais

Atividade física e desenvolvimento cognitivo são relacionados

A atividade física melhora a memória e os processos cognitivos

Sono e alimentação são fundamentais para a aprendizagem

Implicações educacionais

9 | O corpo influencia o cérebro e a cognição

A cognição incorporada

Os neurônios-espelho e a aprendizagem por observação

Implicações educacionais

10 | O cérebro do professor também conta!

A sensibilidade emocional e a escuta fazem toda a diferença

A personalidade do professor influencia na aprendizagem

A principal barreira para uma Neurodidática: os paradigmas

Para além da transmissão de conteúdo

Implicações educacionais


Parte II – Reflexões sobre a Neurodidática na Escola

11 | As metodologias de ensino

Metodologias e o problema da atualidade digital

Metodologias ativas de ensino-aprendizagem

Atividades que viabilizam ou são metodologias ativas 

12 | Neurociência, sala de aula e o desafio: Como melhorar o processo? 

Questões sobre Neurociência e a sala de aula

A questão dos sistemas de ensino

A questão das escolas

A questão das metodologias

Questões específicas de algumas metodologias

Considerações finais

Referências

Comentários (0)

Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado!
    Ruim           Bom

Etiquetas: Neurociências