• Diário de Narciso

Diário de Narciso



  • R$44,90


Especificação
Título DIARIO DE NARCISO
Autor(a) COUNDRY
ISBN 85-336-14578
Edição / Ano 3/2001
Número de Páginas 205
Dimensões 21x14x1
Capa BROCHURA
Descrição

"Este livro critica a avaliação padrão de sujeitos afásicos e a aplicação de certos modelos teóricos da linguística, centrados essencialmente na metalinguagem, na prática clínica com esses sujeitos. Expõe uma concepção de linguagem segundo a qual as línguas naturais são o resultado de um trabalho coletivo, histórico e cultural, e não mero fruto de convenção ou de propriedades inatas. Coerente com esta concepção, a autora mostra como a prática terapêutica baseada na interlocução, em processos discursivos contextualizados e nas operações epilinguísticas produz uma reconstrução efetiva de processos linguísticos de significação. Este livro mostra a diferença que faz tratar da afasia ou interagir com o sujeito afásico para reconstruir com ele sua linguagem.

Conhecer o Diário de Narciso será provocador para afasiologistas, neurologistas, professores de português, fonoaudiólogos, psicolinguístas, psicanalistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e até para linguistas."

Sumário

Sumário

Agradecimentos

Prefácio

Apresentação

Parte I

Apresentação do problema e bases teóricas

Introdução

Capítulo 1 - Descrição e crítica dos testes-padrão

  1. Os testes-padrão avaliativos
  2. Os testes como tarefas decontextualizadas
  3. Prevalência, nos testes, da atividade metalinguística
  4. Outras insuficiências na avaliação por testes-padrão

Capítulo 2 - A aplicação de modelos teóricos na afasiologia

  1. O estruturalismo sassureano
  2. O modelo gerativo e transformacional de Chaomsky
  3. Consequências da transferência direta de conceitos teóricos da linguística à afasiologia

Capítulo 3 - A afasiologia antes do estruturalismo linguístico

  1. Precedentes históricos
  2. A prática de Lordat

Capítulo 4 - O quadro teórico que fundamenta minha prática

  1. Alguns antecedentes teóricos
  2. A concepção de linguagem e de língua natural
  3. O projeto sócio-interacionista na construção de objetos linguísticos
  4. A análise do discurso
  5. Observações sobre a subjetividade na linguagem

Parte II

A prática clínica de avaliação e acompanhamento dos sujeitos afásicos

Introdução

Capítulo 5 - Condições e estratégias da prática clínica

  1. Condições de produção da linguagem
  2. O conhecimento mútuo
  3. O papel do acompanhante
  4. Procedimentos avaliativos

Capítulo 6 - As dificuldades linguísticas do sujeito P

  1. A dificuldade de P na estruturação da oração
  2. A mesma dificuldade em situações mais complexas
  3. Estratégias do investigador na construção do diálogo
  4. o processo de resolução das dificuldades linguísticas em P
  5. Evocação de paradigmas e de "frames" para a resolução das dificuldades
  6. As dificuldades de P com o sistema dêitico da linguagem
  7. A linguagem de P nos diálogos e narrativas espontâneas

Capítulo 7 - As dificuldades linguísticas de N

  1. O papel da especularidade na reconstrução da linguagem de N
  2. Comparação das produções linguísticas de N em situações contextualizadas e em situações decontextualizadas
  3. Alguns cuidados na utilização de procedimentos heurísticos e avaliativos
  4. O problema tipicamente discursivo do sujeito L

Conclusão

Bibliografia

Comentários (0)

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.