• Baralho das Cognições e Aprendizagem

Baralho das Cognições e Aprendizagem

  • Editora: BOOK TOY
  • Autor: LIMA
  • Produto disponível


  • de: R$90,00
  • por:

    R$79,20


Especificação
Título BARALHO DAS COGNICOES E APRENDIZAGEM
Autor(a) Ricardo Franco de Lima
ISBN 9786586131185
Edição / Ano 1/2021
Número de Páginas 132 CARTAS
Dimensões 12x7x2
Capa BROCHURA
Descrição

Este baralho auxilia na identificação dos pensamentos disfuncionais que as crianças ou adolescentes podem apresentar nas diferentes situações escolares. As cartas representam os componentes do modelo cognitivo: situações, pensamentos e sentimentos. O material pode ser utilizado durante o processo de avaliação e/ ou intervenção com indivíduos com dificuldades de aprendizagem, conduzido por profissionais da psicologia e neuropsicologia.


Informações

Conteúdo: 

1. Cartas azuis: Situações. Contêm situações mais gerais (p.ex: iniciar o ano letivo ou mostrar uma nota ao pais) e situações específicas e que envolvem o desempenho (p.ex: assistir a uma aula, escrever uma redação ou fazer uma prova).
2. Cartas amarelas: Pensamentos. Contêm exemplos de pensamentos relacionados a uma autoavaliação negativa (p. ex: "eu vou falhar" ou "meus pais me punirão de alguma forma") ou positiva (p.ex: "vai dar tudo certo" ou "os outros estão pensando coisas boas ao meu respeito") de si mesmo.
3. Cartas vermelhas: Sentimentos. Contêm exemplos de sentimentos geralmente classificados como positivos (p. ex: "alegria" ou "gratidão") ou negativos (p. ex: "irritação" ou "tensão").
4. Cartas verdes: Questionamentos. Contêm exemplos que o(a) profissional poderá utilizar para a restruturação cognitiva durante o processo de intervenção.

Sugestão de uso: 

1. Preparação: conforme as queimas investigadas, selecionar uma ou mais situações as quais pretende investigar. Em seguida, selecionar possíveis pensamentos que o indivíduo pode apresentar diante dessa(s) situação(ões). Separar as cartas dos sentimentos.
2. Avaliação: apresentar uma situação e questionar qual é o sentimento ou pensamento o indivíduo apresenta diante dela. Por exemplo: "o que você sente quando precisa realizar a leitura de um texto", "o que passa pela sua cabeça quando você precisa realizar a leitura de um texto?". Usar as cartas como modelos de respostas. Compor o modelo cognitivo, dispondo as cartas sobre a mesa (figura a seguir). Pode ser usada a cartas para mensurar a intensidade do sentimento. Conversar com a criança ou adolescente sobre as suas respostas. Realizar questionamento sobre qual é a sua conduta diante da situação.
3. Intervenção: em um processo interventivo, o(a) profissional poderá utilizar as cartas de questionamentos para auxiliar no processo de reestruturação cognitiva.

Comentários (0)

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.